terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Serendipity

Nada é por acaso, a vida vai nos colocando no caminho, nós é que algumas vezes parecemos andar com vendas sobre os olhos, não vendo os pistas que passam por nós. 
Eu acredito que estamos todos de alguma maneira ligados, que as coisas que acontecem não são eventos aleatórios, não existe o puro acaso, existe algo mágico que nos liga uns aos outros, que nos atraem uns aos outros.
As vezes a gente nem sabe porque mas dá uma vontade de ir à terminado lugar, de ligar pra alguém, de fazer uma viagem, uma visita, ou simplesmente de comer aquele doce que fica na padaria do outro lado da cidade. Algumas vezes não damos ouvidos aos "chamados" do destino, mas quando vamos de encontro ao nosso desejo é incrível como somos surpreendidos por algum desses "acasos" maravilhosos. 
Dizem que conhecidência é a maneira que Deus encontrou de não precisar ficar explicando os detalhes...
Abra os olhos, esteja atento, sinta... mas sinta com o coração. A vida vai ti levar a lugares incríveis, confie, acredite, tenha fé.

sábado, 22 de dezembro de 2012

Uma lição de amor (2001)

Um filme encantador, a história de Sam e de sua luta para ficar com a filha Lucy. Sam possui uma deficiência mental, mas nem por isso deixou de criar, praticamente sozinho, sua filha Lucy, com amor e dedicação. É uma história sobre cuidado, nos faz pensar em como todos são capazes... apesar das limitações.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Enrolados


 Simplesmente encantador....


José – Rapunzel, você é o meu sonho.
Rapunzel – Você também é o meu.



sexta-feira, 12 de outubro de 2012

One Day - Um dia (2011)





"Não importa o que aconteça amanhã, a gente teve o hoje. E se a gente acabar se cruzando uma hora no futuro... ah.... vai ser bom também, vamos ser amigo" (One Day)

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Só sei que nada sei....

Algumas vezes sinto que não faço parte desse mundo, isso me incomoda imensamente, é como ser uma galinha no meio de raposas, ou como ser um peixe palhaço no meio de um cardume de sardinhas. Mas a diferença que me marca não é assim externa, não estou destoando em algo físico, mas algo interno me faz sentir tão diferente no meu meio. Meu modo de ser, de pensar e de agir. Fico pensando em como me adaptar, e quase nunca encontro uma solução. As pessoas são tão estranhas para mim, e talvez eu seja uma estranha para elas. 
Não estou afim de trocar de máscara todo dia, para agradar esse ou aquele outro, não estou afim de vestir os trajes da hipocrisia, que tanto vejo e encontro por onde vou, não posso, não devo e não vou. 
As pessoas nesse mundo são muito estranhas, desejam coisas que não valorizam, atacam para se defender, se defendem machucando ao próximo. Se esquivam de suas dores dizendo que essas são de outros, usam e se frustram por ser usadas. 
Só dão atenção àquilo que lhe é útil em determinado momento, e esquecem tão fácil daquilo como se nunca tivesse sido importante. Para se sentirem importantes, desvalorizam ao próximo. 
Então olho para as pessoas nesse mundo, e me olho, e me vejo tão deslocada, tão destoante, e não que eu faça ou aja tão diferente, mas por que vejo que dava pra ser tudo tão diferente. 
Alguns dizem Eu te Amo, Eu te Adoro, até não precisarem mais, e quando esse momento chega não tendo a capacidade de dizer não ti preciso mais, simplesmente viram as costas, e dizem aos outros, aquela pessoa era horrível. Sim dizem isso.
Não sei, não sei se um dia saberei, mas ao meu modo vou vivendo, continuo olhando, mas sei que calando vou estar apenas apoiando a ideia de que esse mundo não tem jeito, não tem solução; por isso mesmo que as ferroadas doam, vou continuar buscar o mel, o mel que eu sei que esse mundo tem.

sábado, 1 de setembro de 2012


As pessoas vivem dificultando as coisas, sempre colocando obstáculos para a felicidade.
E será que essa tal felicidade de fato existe? Talvez seja apenas uma utopia, um mito, uma fantasia.
Ou talvez ela seja tão fácil de achar que ninguém nota, como aquele sorriso gostoso das crianças brincando no parque, sorriso que perdemos por andarmos sempre apressados.
Tem dias eu olho pro amanhecer e vejo tantas cores, e as pessoas ao redor procurando por tempestades que nem começaram a precipitar. Daí fico achando que algo está errado com o mundo. Onde está a felicidade?

sábado, 18 de agosto de 2012

Os benefícios dos Florais - Programa Super Útil

video
Tive a oportunidade de falar sobre os Florais no Programa Super Útil, na Band, último dia 14 de Agosto. E gostaria de compartilhar com todos. Agradecer também o apoio dos amigos. 

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

As vezes acontecem coisas que não esperamos, que não imaginamos, que nem se quer sonhávamos... mas acontecem....
Algumas vezes a gente se perde nos pensamentos, nos momentos tão bobos, mas tão felizes que vivemos, como se tudo aquilo bastasse pra toda vida. Mas momentos são só momentos, eles vem e vão... digo bobos, porque, foram tão simples, mas tão intensos esses momentos, que teimam em não deixar o pensamento, com aquela vontade danada de que voltem e se repitam, mais uma vez, e mais uma vez. 
A plenitude do ser está nos momentos mais simples, onde podemos ser nós mesmos, sem máscaras, sem jogos, sem rodeios. Simplesmente onde podemos ser... aconteça o que acontecer.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Descansa Coração

video

Cansei de tanto procurar
Cansei de não achar
Cansei de tanto encontrar
Cansei de me perder
Hoje eu quero somente esquecer
Quero o corpo sem qualquer querer
Tenhos os olhos tão cansados de te ver
Na memória, no sonho e em vão
Não sei pra onde vou
Não sei
Se vou ou vou ficar
Pensei, não quero mais pensar
Cansei de esperar
Agora nem sei mais o que querer
E a noite não tarda a nascer
Descansa coração e bate em paz

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

As garotas aprendem muito enquanto crescem. Se um cara a esmurrar, ele gosta de você. Nunca tente corta sua própria franja. E algum dia vai conhecer um homem maravilhoso e ter o seu próprio final feliz.
Todos os filmes que vemos e todas as histórias que ouvimos nos imploram para esperarmos por ele. A virada no terceiro ato. A inesperada declaração de amor. A exceção a regra.
Mas, às vezes, estamos tão concentradas em achar nosso final feliz, que não aprendemos a ler os sinais. Como distinguir os que nos querem e os que não nos querem. Entre os que vão ficar e os que vão partir.
E talvez esse final não inclua um homem maravilhoso. Talvez dependa de você. Talvez esteja por sua conta, juntando os pedaços e recomeçando, se libertando para achar alguma coisa melhor no futuro. Talvez o final seja só seguir em frente. Ou Talvez o final seja este, saber que apesar das ligações não retornadas e todas as magoas, apesar de todos os erros e sinais mal interpretados, com toda vergonha e constrangimento você nunca, nunca perdeu a esperança.
(Ele não está tão afim de você)
As garotas aprendem muito enquanto crescem. Se um cara a esmurrar, ele gosta de você. Nunca tente corta sua própria franja. E algum dia vai conhecer um homem maravilhoso e ter o seu próprio final feliz.
Todos os filmes que vemos e todas as histórias que ouvimos nos imploram para esperarmos por ele. A virada no terceiro ato. A inesperada declaração de amor. A exceção a regra.
Mas, às vezes, estamos tão concentradas em achar nosso final feliz, que não aprendemos a ler os sinais. Como distinguir os que nos querem e os que não nos querem. Entre os que vão ficar e os que vão partir.
E talvez esse final não inclua um homem maravilhoso. Talvez dependa de você. Talvez esteja por sua conta, juntando os pedaços e recomeçando, se libertando para achar alguma coisa melhor no futuro. Talvez o final seja só seguir em frente. Ou Talvez o final seja este, saber que apesar das ligações não retornadas e todas as magoas, apesar de todos os erros e sinais mal interpretados, com toda vergonha e constrangimento você nunca, nunca perdeu a esperança.
(Ele não está tão afim de você)

Borboletas


BORBOLETAS

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de
se decepcionar é grande.

As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.

Temos que nos bastar... nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.

As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.

Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.

Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.

O segredo é não cuidar das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até você.

No final das contas, você vai achar
não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!
Mario Quintana



Um dia a gente percebe que não adianta correr atrás das borboletas, que o mais importante é ir cuidando do próprio jardim... estava pensando nisso, lembrei do poema do Mario Quintana. Relacionar-se é algo que demanda muita energia, criamos inúmeras expectativas, idealizamos muito, nos cobramos demasiado. No final das contas a maioria de nós acaba por se frustrar, uma lastima, já que os relacionamentos são trocas, onde um pode enriquecer a existência do outro. Mesmo que as pessoas passem por nossas vidas, por um momento curto ou por longo período, devemos aproveitar cada instante, sem claro, se perder nessas trocas, sem precisar do outro, mas dividindo as experiências de vida, compartilhando e acima de tudo respeitando cada ponto de vista, e cada decisão. Não precisar do outro é não depositar no outro um fardo que não é dele, gostar de si mesmo é a melhor maneira para relacionar-se bem.

terça-feira, 31 de julho de 2012

28 Dias (2000)

Realmente, "Um filme maravilhoso"!!! Faz muitos anos, uma amiga indicou esse filme, mas ela já não lembrava o nome, e também se atrapalhou em me contar o enredo, por isso foi difícil encontra-lo, me lembro ainda que falou que era um filme com a Sandra Bullock, e que a personagem que ela interpretava era deprimida, ficava internada, bom na realidade as pessoas viciadas tem um grande pé na depressão, e sugeriu que eu assistisse ao filme e que também adquirisse uma planta e um animal para vencer a "depressão" na época eu estava passando por uma crise, e por sorte, tinha amigos preocupados, tentando me ajudar, até escrevi um post sobre as sugestões da minha amiga pois na versão dela, além desses dois itens, a planta e o animal havia mais um, um hobbie
Pois bem, assistindo ao filme, na hora lembrei dessa minha amiga, por anos quis saber o nome do filme, enfim chegou o dia de descobrir. 
Agora talvez eu também entenda os atos falhos da minha amiga, porque ela talvez tenha visto muito da personagem em mim, mas claro como ela diria isso sem me ofender. Ela me sugeria comprar uma planta, e cuidar melhor do meu cachorro, e levar uma vida mais, digamos assim, positiva e saudável, sem precisar de muletas, não que eu fosse viciada, ou alcoólatra, mas por estar deprimida, procurando alegrias fúteis, e a "paz" dos antidepressivos. 
Algumas vezes pensamos estar fazendo o certo, e que o nosso certo não vai machucar ninguém, e que nos ferir faz parte da diversão, e afinal quem se importa, o importante é estar vivendo, e vivendo entorpecido pelo álcool, pelas drogas é alucinante! Não lembrar das besteiras que fez, dos sentimentos que despertou, faz parte do jogo de esconde-esconde da vida, onde não ser descoberto é o objetivo do jogo. 
Até que um dia, muitas vezes por uma força maior, você é descoberto, como o caso de Gwen, arruína a cerimonia de casamento da irmã e de quebra destrói a fachada de uma casa com uma limousine, para não ir para a prisão vai para uma clinica de reabilitação. No início reluta, é insuportável para ela estar ali, privada da vida libertina que tinha, privada dos seus vícios, que faziam a vida ser tão mais cor-de-rosa, e com pessoas estranhas, literalmente estranhas. 
Talvez a maior dificuldade, seja estar sóbrio, perceber-se tão indefeso, tão vulnerável e tentar conviver com esses sentimentos. Aos poucos Gwen vai entendendo, que para continuar viva, deve enxergar a vida sem as vendas que seus vícios colocaram, continuar vendada, é a ruína, a levaria a morte, com toda certeza.
28 dias, parece pouco tempo, para Gwen foi o suficiente para recuperar a coisa mais importante, o amor próprio, quando se ama fica mais fácil amar ao próximo, entender que cada estranho em nossa vida pode fazer uma grande diferença e que às vezes algumas pessoas, tão conhecidas, precisam ficar longe, precisam deixar de fazer parte de nossas vidas, para que possamos continuar caminhando, uma vida nova, precisa ser preenchida com novos hábitos, novos ares, novas relações. 
Foi lá no finalzinho do filme quando os créditos começaram a subir que encontrei a mensagem mais linda de todo o filme... a música, Lean on me do Tom Jones, todos nós carregamos tristezas, e por não nos preocuparmos com o amanhã, vamos às vezes fazendo escolhas que a curto prazo nos colocam nos céus, mas a longo prazo, podem causar severos prejuízos, o mais importante, é ter com quem contar, ter um amigo, que vai lhe estender a mão, mas tem que saber com quem contar, a maioria dos dependentes químicos parece feliz e rodeado de amigos, sempre alegre, esbanjando energia, na verdade, não suportam estar sozinhos, seria esperado que conseguissem, mas não conseguem, mas estão rodeados de "amigos" que nem se preocupam com eles, por isso essa música expressa bem o que precisamos, precisamos de apoio, de amigos com quem contar, e acima de tudo, deixar o orgulho de lado, mostrar também as fraquezas, porque sempre existe alguém que pode preencher as nossas necessidades, se mostrarmos quais são elas. Sem medo.




Se Apoie Em Mim

Algumas vezes na vida todos nós sofremos
Nós todos temos tristezas
Mas se formos espertos
Sabemos que sempre existe o amanhã

Se apoie em mim, quando você não se sentir forte
E eu serei seu amigo
Eu te ajudo a atravessar isso
Porque não vai demorar
Até eu precisar
de alguém pra me apoiar

Por favor engula seu orgulho
Se eu tenho coisas que você precisa emprestadas
Porque ninguem pode preencher suas necessidades
Se você não as mostrar

Então é só me chamar colega, quando vc precisar de uma força
Nós todos precisamos de alguém pra nos apoiar
Eu posso estar com algum problema que você entenda
Nós todos precisamos de alguém pra nos apoiar

Se apóie em mim, quando você não se sentir forte
E eu serei seu amigo
Eu te ajudo a atravessar isso
Porque não vai demorar
Até eu precisar
de alguém pra me apoiar

Então é só me chamar colega, quando você precisar de uma força
Nós todos precisamos de alguém pra nos apoiar
Eu posso estar com algum problema que você entenda
Nós todos precisamos de alguém pra nos apoiar

Se você tem um fardo que precisa suportar
E você não consegue carregar
Eu estou logo na sua frente
te ajudo com seu fador
Se você só me chamar
Me chame, me chame, me chame, me chame
Me chame, me chame, me chame, me chame...

Não vai demorar
Até eu precisar
De alguém pra me apoiar, me apoiar, me apoiar....
Se apóie em mim
Yeahh,
Eu vou precisar
De alguém pra me apoiar
Eu vou precisar
De alguém pra me apoiar
vou yeah...

terça-feira, 24 de julho de 2012

Viajantes do tempo.

Estava pensando numa conversa que tive outro dia com um amigo, falávamos sobre as visitas que fazemos ao passado. Vira e mexe voltamos a pensar nos momentos que vivemos, nas histórias vividas e que hoje estão nesse lugar que chamamos de "passado", e é curioso, quando visitamos essas histórias a pessoa que volta lá, já não é a mesma. A qualquer momento podemos visitar o passado, mas tudo aquilo que está lá atrás acaba sendo revivido e transformado pela pessoa que somos hoje, por esse viajante do tempo, hoje talvez mais maduro, mais sofrido, ou mais feliz. 
Todas as experiências que vivemos são alicerces para nossa vida, tudo o que vivemos nos move para um lugar, um lugar desconhecido, que chamamos de "futuro", podemos também visitar o futuro, mas todas as imagens lá encontradas são idealizações, são como sonhos, que podem ou não tornar-se reais. Somos como viajantes do tempo, usando do instrumento mais engenhoso do universo para tal feito, a mente. Mas o mais importante, é o que está sendo vivido nesse momento, o momento mais importante é o nosso hoje. 
Daí hoje, estava lendo um dos capítulos do livro do Augusto Cury, Nunca Desista dos seus Sonhos, e que falava justamente de uma das teorias desse autor, de que não existe lembrança pura do passado, o presente para ele é a releitura do passado, um processo contínuo, que indica uma revolução criativa em cada ser; e veio a reforçar a ideia de que ao pensar no que foi vivido, apenas o construímos novamente, a partir de uma nova ótica, a partir de uma nova pessoa que é a pessoa que vive no presente, nesse momento. 
Então fui visitar o passado, fui relembrar alguns momentos, e ao revivê-los tive exatamente essa sensação, de que não estou mais lá, quem esteve lá já se transformou, pelo tempo, já é outra, e quando volta, volta ciente de que cada dia é uma oportunidade, que errar algumas vezes faz parte, porque é através dos erros que temos oportunidade de buscar os acertos. Corrigindo aqui, melhorando lá; alguns tombos nos tornam mais eficientes em levantar com mais rapidez, alguns obstáculos nos tornam mais eficientes em resolver problemas, alguns atrasos nos permitem desenvolver a paciência, e assim vamos aprendendo que nenhuma dor dura pra sempre, e que tudo é possível. Tem um personagem do filme A Era do Gelo, que diz: Mamãe disse que em cada canto tem um arco-íris; se soubermos olhar, encontraremos em cada canto esse arco-íris. 

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Onde há vida, há amor

A vida é um presente, uma dádiva, a vida nasce do amor. Todos nós precisamos de dois para sermos um, cada um de nós nasceu do amor que duas pessoas fizeram brotar. Existem algumas exceções, existem os que nasceram vítimas da violência que um sofreu de um outro, mas mesmo esse ainda tem um sopro do amor divino em sua alma inocente. Existem outros que nasceram planejados, num laboratório, mas mesmo esses possuem o sopro do divino amor.
Cada vida carrega em si uma história, cada vida carrega em si o germe do amor. 
Muitos falam do amor, mas a maioria fala de um amor romântico, quando o amor romântico é só uma forma de conceituar o amor. O amor é entendido para muitos como substantivo, quando o amor deveria ser entendido e vivido como verbo, como ação. Assim como a vida é dinâmica, o amor também é. Está em constante movimento, em cada ser animado ou inanimado existente na imensidão do universo. É ele que move tudo, que transforma tudo, que dá sentido as coisas.
Amar é respeitar cada ser em sua individualidade, amar é fazer com que a vida seja plena e boa. Se precisamos de duas pessoas para existirmos, é porque também precisamos de todas as outras para viver. Ao longo de nossa evolução conquistamos inúmeras habilidades, mas existe uma que ainda está latente, que ainda está em construção, a habilidade social, ainda temos muita dificuldade de nos relacionarmos, ainda é difícil amar efetivamente ao nosso próximo, talvez por que ainda não aprendemos a amar a nós mesmos. Amar a si próprio é respeitar a sua própria maneira de ser, e agir no mundo fazendo desse verbo ação.
A generosidade é uma das maiores manifestações do amor, tão grande e valiosa como a gentileza, por que elas permitem a ação do amor, permitem tratar aquele que está a nossa frente com carinho e humildade, permitem que nosso coração se abra para doar aquilo que é nossa essência, o próprio amor.

sábado, 14 de julho de 2012

Deixa o barco correr...

video

Que surpresa boa ter reencontrado esse vídeo, adoro Plínio Oliveira, sua fala suave e clara, sua música doce, seus poemas tão profundos. Muitas vezes a vida nos coloca em caminhos difíceis, nos coloca a prova, a prova a vencer é vencer a si mesmo. 
Tudo passa, inclusive os momentos de dor, deixa o barco correr, siga seu trajeto, todo tempo a vida vai lhe colocar desafios, a tristeza em sua graça dói bem fundo mas passa, que grande verdade, que grande lição. 
Tantos sofrem, acreditando que a dor nunca vai passar, que as angustias persistiram, tantos se esquecem que a vida é dinâmica, e ela não para. O sol a cada novo amanhecer surge resplandecente, dando uma nova oportunidade àqueles que dormiram com pouca esperança. 
Tanta coisa a fazer, tantas grandes lições a aprender, vamos lá dá um sorriso, aprenda que tropeçamos nas pedras e não nas montanhas, e antes dos tropeços caminhávamos.

Sueños



Hoje estava mexendo nuns arquivos do computador e encontrei muita coisa boa que eu nem lembrava, entre essas coisas encontrei uma música muito bonita da Julieta Venegas com Diego Torres, gosto do ritmo latino, alegre, descontraído, a letra dessa música é contagiante. A vida é um tesouro sem igual, e sem dúvidas tudo mal algo bom trás!
A música é uma expressão de arte, que toca fundo as emoções, nos permitem viagens incrivelmente lindas, viagens a lugares mágicos, quando permitimos que ela nos envolva. Músicas tristes, músicas alegres, música é música, música encanta a alma.

Sonhos

Quando a noite se aproxima
Há algo em minha alma que volta a vibrar
Com a luz das estrelas
Em meus sentimentos volto a te encontrar

Quero que me olhe nos olhos
E que não pergunte nada mais
Quero que esta noite soltes toda essa alegria
que já não podes guardar

passo as horas fumando
ouvindo no vento a mesma canção
porque o tempo que vale
marca da batida do meu coração

Quero que me olhe nos olhos
E que não pergunte nada mais
Quero que esta noite soltes toda essa alegria
que já não podes guardar

Deixa que teus sonhos sejam ondas que se vão
Livres como o vento na metade do mar
Creio que a vida é um tesouro sem igual
Dos bons tempos sempre quero mais

Sou como a água do rio
E pelo caminho me deixo levar
Porque aprendi que a vida
Por todo mal algo bom te dá

Quero que me olhe nos olhos
E que não pergunte nada mais
Quero que esta noite soltes toda essa alegria
que já não podes guardar

Deixa que seus sonhos sejam ondas que se vão
Livres como o vento na metade do mar
Creio que a vida é um tesouro sem igual
Dos bons tempos sempre quero mais

Deixa que seus sonhos sejam ondas que se vão
Creio que a vida é um tesouro sem igual
Me deixo levar

sábado, 7 de julho de 2012

Humanos, somos humanos, somos seres complexos vivendo num mundo complexo, numa rede tremendamente complexa. Num mundo onde as coisas muitas vezes parecem sem sentido, mesmo quando tudo faz sentido. 

sábado, 30 de junho de 2012

Rico ou Pobre


Curioso um pouco antes de ler esse maravilhoso texto, eu estava conversando com a minha mãe e dizendo a ela como me sinto feliz, grata por tudo de bom que o universo tem me presenteado, afinal, tenho boa saúde, tenho bons amigos, tenho o suficiente de dinheiro na carteira pra meu hoje, e sonhos suficientes que preenchem meu coração de esperanças para o amanhã. Hoje me sinto assim a pessoa mais rica do mundo!


Fabuloso texto escrito por Catón, jornalista mexicano.    

Tenho a intenção de processar a revista "Fortune", porque fui vítima de uma omissão inexplicável. Ela publicou uma lista dos homens mais ricos do mundo, e nesta lista eu não apareço. Aparecem: o sultão de Brunei, os herdeiros de Sam Walton e Mori Takichiro. Incluem personalidades como a rainha Elizabeth da Inglaterra, Niarkos Stavros, e os mexicanos Carlos Slim e Emilio Azcarraga. Mas eu não sou mencionado na revista.
 
E eu sou um homem rico, imensamente rico. Como não?  vou mostrar a vocês
Eu tenho vida , que eu recebi não sei porquê, e saúde, que conservo  não sei como. 
Eu tenho uma família, esposa adorável, que ao me entregar sua vida me deu o melhor para a minha; filhos maravilhosos, dos quais só recebi felicidades; e netos com os quais pratico uma nova e boa paternidade.
Eu tenho irmãos que são como meus amigos, e amigos que são como meus irmãos. 
Tenho pessoas que sinceramente me amam, apesar dos meus defeitos, e a quem amo apesar dos meus defeitos.

Tenho quatro leitores a cada dia para agradecer-lhes porque eles lêem o que eu mal escrevo
.

Eu tenho uma casa, e nela muitos livros (minha esposa iria dizer que tenho muitos livros e entre eles uma casa).

Eu tenho um pouco do mundo na forma de um jardim, que todo ano me dá maçãs e que iria reduzir ainda mais a presença de Adão e Eva no Paraíso.

Eu tenho um cachorro que não vai dormir até que eu chegue, e que me recebe como se eu fosse o dono dos céus e da terra.

Eu tenho olhos que vêem e ouvidos para ouvir, pés para andar e mãos que acariciam; cérebro que pensa coisas que já ocorreram a outros, mas que para mim não haviam ocorrido nunca.

Eu sou a herança comum dos homens: alegrias para apreciá-las e compaixão para irmanar-me aos irmãos que estão sofrendo.

E eu tenho fé em Deus que vale para mim amor infinito.

Pode haver riquezas maiores do que a minha?
Por que, então, a revista "Fortune" não me colocou na lista dos homens mais ricos do planeta? "

E você, como se considera? Rico ou pobre? 


Há pessoas pobres, mas tão pobres, que a única coisa que possuem é ... DINHEIRO.
 
 
Armando Fuentes Aguirre (Catón)

terça-feira, 26 de junho de 2012

O inesperado

E que cada dia a vida produza o inesperado, por que o inesperado é um presente que vem aberto, sem laço, é o momento em que o mais importante é apenas aceitar. Que cada dia produza momentos que não precisem ser embrulhados ou desembrulhados. Porque muitos se queixam que a vida é complicada, quando na verdade a vida é simples, é uma dádiva é um presente que nos foi dado, um presente aberto e que teimamos em enfeitar com mil adornos que são deixados de lado, descartados depois das surpresas encontradas. 
A maior surpresa está em viver a vida sem dela nada esperar, porque é surpreendido a cada instante, sem necessidade de desatar ou fazer laços, simplesmente apreciar.
Ter metas é saber onde se quer chegar, planejar faz parte de todo sucesso, saber esperar não é ficar parado, é agir sempre, é buscar estar preparado para receber o inesperado, fazer dele parte do trajeto para as grandes conquistas, esperar é além de tudo saber contemplar, a si e ao mundo, é não precisar de chaves, mas de visão e atitude.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Além da Vida - After Life 2009

Faz um bom tempo estou pra assistir esse filme, hoje me aventurei, gosto da atuação do Liam Neeson e do Justin Long. A ficção muitas vezes se assemelha a realidade, quantos de nós não anda por ai desperdiçando a vida, mortos vivos. O agente funerário, claro, era um psicopata muito persuasivo, mas a mente que se deixa levar por alguém como ele só poderia também estar doente. Acreditar que morreu, estando vivo é realmente estar morto. 
Quantos de nós está a desperdiçar a existência pelo simples fato de ter medo de viver. A angustia que nos leva ao sofrimento é o de não entender que não precisamos seguir os padrões que nos foram ensinados; Anna culpou a mãe pelo seu medo de amar, Deacon até lhe ofereceu uma nova chance, mas morrer parecia a melhor opção. 
Quantos dizem querer encontrar a felicidade, mas quantos são capazes de enfrentar a vida para encontrá-la? Ser feliz talvez seja abandonar todo pessimismo, caminhar rumo ao desconhecido, e não dar ouvidos às verdades que os outros nos impõe, a verdadeira felicidade está em saber o que se quer da vida e com otimismo buscar por isso, a verdade não se encontra fora, mas dentro de cada um. 

terça-feira, 19 de junho de 2012

Marco Aurélio, o grande Imperador de Roma e filósofo, dizia:


"- Se tivermos pensamentos felizes, seremos felizes.
 -Se pensarmos em crises que nos causam medo, seremos medrosos.
 -Se pensarmos em doenças, ficaremos doentes.
 -Se pensarmos no fracasso, fracassaremos.
 -Se nos entregarmos à autopiedade, todos nos evitarão e afastar-se-ão de nós.
 -Você não é o que pensa que é, mas o que você pensa, você é."


(Participando da Vida com os Florais de Bach, Carmen Monari, p.146)

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Saudade


Saudade é melhor do que caminhar vazio.
Peninha
Gosto tanto da música sonhos, hoje me lembrei dela e fiquei pensando sobre a palavra saudade, saudade é uma coisa que às vezes aperta no peito, mas esse aperto devia ter outro nome, que não saudade, porque saudade não é pra ser aperto, saudade é pra ser aquele sorriso bobo que os lábios expressam quando uma lembrança vem à mente, saudade é coisa boa, que enche o coração e não que aperta. A saudade devia ter sabor de mel, cheirinho doce e aquele suspiro que alivia qualquer pulmão. Apesar da origem da palavra saudade carregar solidão, acredito que estar só não é literalmente estar sozinho, porque carregamos uma imensidão de lembranças onde quer que estivermos, onde quer que formos, o livro das lembranças carregaremos sempre no coração, ou como preferirem os "cientistas" na química de nosso encéfalo. 

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Os Descendentes


...Mas a gente não conversa sobre os nossos problemas a gente lida com eles falando sobre outras coisas e se divertindo...

Todos nós temos histórias, a maioria delas não se parece nem de longe com um conto de fadas, as vezes olhando de fora o jardim do vizinho pareça sempre mais verde, mais florido e perfumado. O dia a dia de cada um é particular complexo, como uma arte abstrata, cada um vê aquilo que quer, ou aquilo que consegue.
O mundo particular de cada um é um mundo cheio de desafios, com obstáculos a serem transpostos, com decisões a serem feitas, escolhas. Algumas vezes pensamos estar fazendo a coisa certa, por nós, pelos nossos entes queridos, pelos nossos amigos estimados, mas nem sempre acertamos, algumas vezes priorizamos coisas irrelevantes. Quanto mais planejamento, menos certezas, porque quanto mais planejamos nossas vidas mais preso a ela ficamos, e a vida não pode ser vivida como carcere, a vida é pra ser vivida com leveza e alegria.

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Preferências.

Esses últimos anos me dediquei a me conhecer, é estranho, mas eu não me conhecia de fato, e talvez ainda não me conheça totalmente, hoje estava pensando nessa busca, nesse desejo de saber quem sou, sempre tive dificuldade de saber do que eu gosto, porque sempre gostei de tudo, então comecei a analisar as coisas, buscar preferencias, estávamos, eu e amigos, conversando sobre bebidas e me perguntaram se prefiro vinho seco ou suave, foi fácil dizer que gosto de vinho seco, experimentei os dois, percebi que gosto dos dois, por isso ao escolher prefiro o seco, por ter melhor qualidade, é sempre melhor escolher por aquilo que pode lhe trazer algum beneficio. Pensei então, qual será o meu filme preferido, logo pensei, Austrália, mas tem tantos outros que eu gosto, mas eu tinha que pensar em um, e foi esse que veio à mente, então percebi que a mudança é inevitável, afinal, conforme vamos vivendo vamos experimentando coisas novas, e por isso não preciso gostar a vida toda da mesma coisa, posso escolher mudar minhas opções. Hoje o filme Austrália significa algo pra mim, antes dele meu preferido foi O amor além da vida, ainda adoro esse filme, mas depois que vi Austrália esse foi pro topo das minhas preferencias, e sei que vou assistir novos filmes e talvez um outro se torne o meu preferido, estou vivendo, e cada novo dia é uma nova experiência. Então volto a pensar no vinho, gosto mais dos vinhos brancos, mas eles combinam com alguns tipos de pratos e com outros não, por isso quando eu quiser tomar um vinho branco numa refeição, e quiser que está seja harmônica em sabor, vou ter que fazer escolhas, escolher por um prato que combine com o vinho. Algumas vezes é difícil fazer escolhas, por que não sabemos bem o que queremos, o que buscamos, ou ainda, o que de fato pode nos trazer algum beneficio, escolhemos sem pensar, o que algumas vezes pode prejudicar a harmonia do que estamos fazendo. 
Agora volto ao filme, Austrália, pego o personagem do Vaqueiro, que tinha sua maneira de viver e de pensar e que não queria abrir mão da sua liberdade, mas afinal não estaria ele apenas fugindo de ser realmente livre, plenamente feliz. Acredito que a liberdade esteja num permitir-se, num abrir-se para o novo, para as novas possibilidades de ser pleno, de deixar de ser um pequeno pedaço para ser o todo, o personagem sofreu muito por não querer mudar, quando finalmente optou pela mudança encontrou um sentido novo para sua vida.
O sentido da vida é viver, é ter preferências, é ter atitude, é sentir-se parte da vida, buscar pelas coisas que possam ser benéficas, que possam trazer prazer, harmonia e acima de tudo que faça sentir parte de um todo. 

sexta-feira, 11 de maio de 2012

PUSH


Uma noite, um homem estava dormindo em sua cabana quando de repente seu quarto ficou cheio de luz e Deus lhe apareceu. O Senhor disse ao homem o trabalho que ele deveria fazer para Ele e mostrou-lhe uma grande rocha na frente de sua cabana.
O Senhor explicou que o homem deveria empurrar (PUSH) a rocha com toda a sua força. O homem então o fez, dia após dia.
Por muitos anos ele pelejou de sol a sol; com seus ombros escorados na fria e maciça superfície da rocha imóvel, empurrando-a com toda a sua força. A cada noite o homem retornava à sua cabana aborrecido e sem roupa, sentindo que havia gasto todo o seu dia em vão.
Desde que o homem mostrou-se desencorajado, o Adversário decidiu entrar em cena colocando pensamentos em sua mente desgastada:
"Você tem empurrado essa rocha por tanto tempo, e ela ainda nem sequer se moveu."
Isso dava ao homem a impressão de que sua tarefa era impossível e que ele era um fracasso. Esses pensamentos desencorajavam e desanimavam o homem.
"Por que eu vou me matar tentando fazer isso?", ele pensou. "Eu farei apenas o possível, colocando o mínimo esforço e isso será suficiente".
E era o que ele planejava fazer, até que um dia ele decidiu fazer disso um alvo de oração e levar os seus pensamentos atribulados ao Senhor.
"Senhor", ele disse, "eu tenho trabalhado duro e por muito tempo em Teu serviço, colocando toda a minha força pra fazer aquilo que o Senhor me mandou. Entretanto, após todo esse tempo eu não consegui mover essa rocha por nem um milímetro. O que está errado? Porque eu tenho falhado?"
O Senhor respondeu com compaixão:
"Meu filho, quando eu lhe disse para me servir e você o aceitou, eu disse que sua tarefa seria empurrar a rocha com toda a sua força, e é o que você tem feito. Eu nunca sequer mencionei que eu esperava que você a movesse. Sua tarefa era empurrá-la. E agora você vem a mim após todo o seu esforço, pensando que você falhou. Mas, será isso realmente verdade? Olhe para si mesmo. Seus braços estão fortes e musculosos, suas costas estão enrijecidas e bronzeadas, suas mãos estão calejadas pela pressão constante, suas pernas se tornaram musculosas e firmes. Pela oposição você cresceu muito e agora suas habilidades superam o que você era antes. Ainda assim, você não moveu a rocha, mas seu chamado foi para ser obediente e empurrar, exercitando sua fé e confiança na minha sabedoria. E isso foi o que você fez. Agora, meu filho, Eu mesmo moverei a rocha."
Às vezes, quando ouvimos uma palavra de Deus, nós tentemos a usar nosso próprio intelecto pra decifrar o que Ele quer, quando na verdade o que Ele deseja é apenas nossa obediência e fé Nele. Em todos os sentidos, exercite a fé que remove montanhas, mas saiba que continua sendo Deus quem as move.
Quando tudo parecer estar errado, apenas empurre – P.U.S.H.!
Quando o trabalho te deixar pra baixo, apenas – P.U.S.H.!
Quando as pessoas não agirem da maneira que deveriam, apenas – P.U.S.H.!
Quando o seu dinheiro parecer ir embora e as contas ficarem, apenas – P.U.S.H.!
Quando as pessoas não compreenderem você… apenas – P.U.S.H.!
P. = Pray (ore)
U. = Until (até)
S. = Something (alguma coisa)
H. = Happens (acontecer)
"ORE ATÉ ALGUMA COISA ACONTECER!

terça-feira, 8 de maio de 2012

Tosse


O corpo fala, o corpo as vezes grita, para despertar a consciência daqueles que sofrem e que muitas vezes procuram eliminar os sintomas sem entender as causas que os trouxeram, é muito importante buscar dentro de si as respostas para as mensagens do corpo.
Uma crise de tosse veio despertar minha consciência para uma grande lição, ao longo da minha vida vivi presa a crenças disfuncionais que não permitiam meu progresso pessoal, uma serie de eventos começou chamar minha atenção para as mudanças que eu me permiti viver nos últimos anos, mas a tosse me mostrou como é difícil, inconscientemente talvez, abandonar algumas das crenças passadas.
Segundo Valcapelli e Gasparetto, o ato de tossir está relacionado ao desejo inconsciente de eliminar as crenças e valores absorvidos ao longa da vida que provocam os conflitos internos, é à medida que a pessoa vai se desvencilhando desses conteúdos agregados interiormente que a tosse se ameniza, se a tosse persiste é porque a pessoa está resistindo em se desprender daquilo que a incomoda profundamente.
Mudanças efetivas, são aquelas onde levamos nas caixas apenas o que realmente importa e jogamos fora todo o resto que já não nos serve. 

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Mudanças

Muito tempo se passou, muita coisa mudou,
hoje somos outros, somos folhas novas, flor que brota, 
somos o que somos, e já não somos o que fomos.


O que fomos nos transformou,
Cada rastro de nossos passos já se apagou,
já não se pode voltar, 
só existe agora um caminho, esse caminho se chama Hoje.


Muita coisa passou, e nós estamos aqui.
Passaram as estações, passaram os efêmeros amores,
O tempo passou, e nós estamos aqui.
Hoje, transformados pelo tempo.


Até mesmo o céu que acolhe nossos sonhos, 
iluminado pela imensidão de estrelas,
nem mesmo esse céu é o mesmo.
Ele também mudou e muda o tempo todo.


Como disse um dia o grande filósofo:
"Ninguém pode entrar duas vezes no mesmo rio, pois quando nele se entra novamente, não se encontra as mesmas águas, e o próprio ser já se modificou". 


Estamos aqui, aproveitemos o nosso hoje, 
façamos do nosso agora o momento mais sublime,
Que o tempo passe, e que passemos o tempo 
buscando pelo nosso crescimento, amadurecimento, 
por nossa evolução.
Que ao olhar o céu, cada dia, possamos enxergar algo novo
e maravilhoso.
Que nossos amores já não sejam efêmeros,
que sejam amores eternos.
Que os laços feitos não sejam desfeitos.
E que se desfeitos, se desmanchem suavemente, 
como as ondas do mar que se desmancham ao encontrar a areia da praia.


Que todas as mudanças nos torne sempre melhores. 



domingo, 22 de abril de 2012

Um bicho de estimação, uma flor e um hobby

Hoje me lembrei de uma conversa que tive, anos atrás, com uma amiga muito querida, ela acabara de ver um filme que chamou muito atenção pela maneira como a protagonista havia vencido uma crise emocional, adquirindo um bicho de estimação, uma flor e um hobby.
Comecei a pensar na importância dessas coisas, tão simples na vida cotidiana. Vivemos tão apressados, tão imersos em nossos problemas e dificuldades, nos compromissos de trabalho, estudo, vejo as pessoas tão preocupadas em encontrar um motivo especial para sua existência, ao mesmo tempo que esquecem de existir. As pessoas parecem estar fugindo de si mesmas, procurando a todo tempo motivos para estar sem tempo. Nessa correria toda, a maioria de nós tem perdido várias habilidades sociais, já que não temos tempo de ouvir nem a nós mesmos, nem aos outros; não temos como enxergar o outro porque sempre estamos apressados olhando para tudo aquilo que nunca faremos, o que com o tempo vai nos entristecendo, deprimindo, fatigando.
Então, hoje, lembrei dessa conversa, desses três itens, e percebi que eles são fundamentais para quem busca mudar, para quem quer viver efetivamente, acabar com a dificuldade de se dar mais e também de receber mais. 
Um bicho de estimação exige dedicação, exige uma disciplina, cuidar do outro exige essas coisas, exige também muita tolerância, se você começa a cuidar de um bichinho logo vai perceber, em alguns dias vai querer se desfazer dele, ele suja e bagunça toda a casa, faz barulho em hora impropria, às vezes cheira mau e você não pode esquecer de alimentá-lo e levar pra passear, além de limpar toda a sujeira e bagunça que ele faz, além de cuidar da higiene dele, daí talvez se você aguentar essas descobertas e seguir com os cuidados devidos vai notar que pode adestra-lo, que depois de um tempo ele parece aprender como conviver com você e você como conviver com ele, de maneira agradável, o bichinho começa a fazer toda a diferença, porque agora você tem companhia quando quer ver TV, quando quer caminhar, você tem uma responsabilidade em cuidar dele, e em troca ele assume a responsabilidade de cuidar de você, da sua casa, e começa a demonstrar isso o tempo todo, principalmente quando, num gesto inesperado, pede uma afago seu. 
As flores, assim como o bicho de estimação, exigem também muita disciplina e dedicação, quando você possui plantas e flores em casa você pode notar um ar muito mais harmonioso e agradável, elas ornamentam, elas trazem vida, pelas perfumam e alegram os ambientes, em troca só precisam de luz e água, aqueles minutos que você dedica à uma planta está também dedicando a si mesmo. 
Um hobby é fazer alguma coisa que lhe desperte prazer, pode ser qualquer coisa, ouvir música, correr na praça, cozinhar, colecionar figurinhas, um hobby faz de você uma pessoa feliz, porque naquele dia em que nada estiver dando certo você terá alguma coisa que vai dar certo, alguma coisa que vai distrair sua mente e abrir seus horizontes. Se você tiver um hobby você vai ter sempre um lugar para fugir, ou melhor para se encontrar.

terça-feira, 17 de abril de 2012

"Às vezes a ideia mais simples faz a maior diferença."
A Corrente do Bem

Amor


Vida
É o amor existencial.
Razão
É o amor que pondera.
Estudo
É o amor que analisa.
Ciência
É o amor que investiga.
Filosofia
É o amor que pensa.
Religião
É o amor que busca a Deus.
Verdade
É o amor que eterniza.
Ideal
É o amor que se eleva.

É o amor que transcende.
Esperança
É o amor que sonha.
Caridade
É o amor que auxilia.
Fraternidade
É o amor que se expande.
Sacrifício
É o amor que se esforça.
Renúncia
É o amor que depura.
Simpatia
É o amor que sorri.
Trabalho
É o amor que constrói.
Indiferença
É o amor que se esconde.
Desespero
É o amor que se desgoverna.
Paixão
É o amor que se desequilibra.
Ciúme
É o amor que se desvaira.
Orgulho
É o amor que enlouquece.
Sensualismo
É o amor que se envenena.
Finalmente, o ódio, que julgas ser a antítese do amor, não é senão o próprio amor que adoeceu gravemente.
Francisco Cândido Xavier

segunda-feira, 16 de abril de 2012



” Eu te amo desde que te conheci, mas não me permiti sentir isso verdadeiramente, eu estava sempre um passo a frente, tomando decisões pra me livrar do medo, só que hoje, pelo que aprendi com você, cada escolha foi diferente e a minha vida, mudou completamente. Eu aprendi, que quando se faz isso vive-se inteiramente, e que não importa se você tem 5 minutos ou 50 anos.“ (Filme, Antes que termine o Dia)

O sucesso é ser Feliz

Indicação de uma amiga, o livro O Sucesso é Ser Feliz, tem sido um presente dos céus, sua leitura tem me mostrado o quanto a vida é simples, assim tenho percebido o quanto eu a compliquei até hoje.
Hoje ainda pela manhã, estava lembrando de histórias passadas, que hoje são contadas com certa leveza mas que ao mesmo tempo trazem uma sensação de algo que ficou por ser terminado, ou por ser vivido mesmo.
Quantas vezes por medo deixei de viver momentos especiais na minha vida. Quantas vezes volto lá no passado e fico tentando repensa-lo, quantas coisas fiz errado, quantas oportunidades perdi, quantas escolhas erradas, quantas palavras mal ditas. Sim, meu estilo de vida era infeliz, sempre olhando o lado ruim, sempre buscando os piores conselheiros, e pior, dando ouvido a eles, e deixando sempre de ouvir o meu próprio coração. 
Hoje não preciso viver esse estilo infeliz de vida, e sei que as oportunidades, uma a uma, irão aparecer, cada uma a seu tempo, e eu não vou mais ficar tentando fazer rascunhos, a certeza de que cada momento é único e que ele não voltará a se repetir me leva a uma única ação: Ter Atitude!!!


A infelicidade é uma gaiola imaginária que só o indivíduo percebe. Iniciar a desmontagem dessa ilusão é tarefa de cada um para alcançar a felicidade.


O que é a infelicidade?
Infelicidade é, antes de tudo, um estilo de vida. Uma forma de olhar o mundo pelo lado contrário. Em vez de você tirar proveito do momento atual, lamenta-se do que poderia ter acontecido.
Na vida, é importante acertar na primeira vez, porque nem sempre dá para passar a limpo tudo o que foi feito de errado. Perceba que a oportunidade está no presente, não no passado.
Então aproveite esse momento, pois ele nunca se repetirá.
Texto do livro
" O Sucesso é Ser FeLiz"
(Editora Gente)



domingo, 15 de abril de 2012

Asa To Ma

"asato ma sadgamaya
tamaso ma jyotirgamaya
mrtyorma amrtam gamaya"
(Brhadaranyaka Upanishad — I.iii.28)

Tradução: Guie-me de “Asat” para “Sat”
Guie-me da escuridão para a luz
Guie-me da morte para a imortalidade”

Sat = existência, realidade, verdade
asat = não-existência, não realidade, não verdade

A FELICIDADE É POSSÍVEL


Você pode dizer que sou um sonhador,
mas não estou sozinho nisso.
Espero que um dia você se junte a nós,
e o mundo será como se fosse um só.
John Lennon

[...]

A propósito desse assunto, vou contar a história de um médico que fazia uma palestra a um grupo de alcoólatras.

Ao iniciar a apresentação disse: "Hoje vou realizar uma experiência para mostrar a vocês o efeito do álcool".

Levantou um copo e afirmou: "Aqui dentro há álcool".

Com uma pinça, pegou um verme, mostrou-o para a platéia e o soltou dentro do copo. Imediatamente o verme se desfez, causando impacto nos presentes.

Em seguida, ele levantou outro copo e disse: "Aqui dentro há água".

Novamente pegou outro verme e o soltou dentro do copo. O verme se mexeu, mostrando sua energia.

Nesse momento, no meio da platéia, um indivíduo embriagado levantou a mão e, com voz pastosa, disse:

"Entendi bem o que o doutor quis dizer, e concordo inteiramente. Sua mensagem é sensacional".

Feliz, o médico pediu: "Por favor, diga em voz alta, para que todos escutem, qual é a minha mensagem".

Solícito, o indivíduo declarou:

"Doutor, o senhor acabou de mostrar com essa experiência que quem bebe não tem verme no organismo!"

A tendência das pessoas é querer mostrar que sempre estão certas.

Preste atenção, portanto, às suas crenças, pois elas vão se concretizar.

Em um mundo altamente competitivo, precisamos ser competentes, e muito. Mas também devemos saber que nossa maior missão nessa viagem pelo planeta é ser felizes e criar oportunidade para que os outros também sejam.

A primeira transformação necessária para que ocorra a felicidade é passar a acreditar na possibilidade de um mundo onde todos possam se realizar. Empresas cujos acionistas e colaboradores sintam que sua participação vale a pena. Casamentos em que ninguém precisa se anular para que os dois continuem juntos. E, principalmente, um mundo onde cada pessoa seja respeitada por sua maneira de ser.

Talvez você considere isso uma utopia, mas esse mundo verdadeiramente digno dos seres humanos só vai acontecer quando acreditarmos e trabalharmos por ele.

Texto do livro
"O Sucesso é ser Feliz"
Roberto Shinyashiki
Editora Gente

sexta-feira, 13 de abril de 2012


Recebi por e-mail, repassando a linda mensagem:

CURANDO AS FERIDAS
Em nossa vida passamos por muitas reviravoltas, enfrentamos nossos medos, fraquezas, apuros, abismos e situações que parecem desconcertar a alma e nos tirar do centro. É claro que preferimos a alegria ao invés das tristezas e dores no caminho. Acredito com as forças da minha alma, com a pulsão da minha consciência que todas as experiências têm valor. Sim! É claro que como um ser humano, prefiro a alegria a passar pela dor.
Como dizia um amigo espiritual que preza a boa estrada vermelha, o caminho xamânico do coração: “Para subir a montanha precisamos fazer vários círculos”. É fácil observar que sentimos maior confiança, seja em uma simples conversa ou em um trabalho de longa data com aquelas pessoas que já “fizeram vários círculos”.
Nossa experiência nos diz também que os melhores curadores não são aqueles recheados de conceitos, apostilas ou livros mas são aqueles que já curaram suas feridas, que já passaram por situações semelhantes e carregam dentro de si a medicina, os verdadeiros apontamentos da alma – muitas vezes conquistados após diversos desapontamentos e enganos.
Passamos por diversos ciclos, movimentos de subida e descida, altos e baixos e muitas, muitas emoções. Em várias situações nos ferimos; culpamos-nos ou culpamos outros; fugimos das responsabilidades ou somos sérios demais; carecemos de repouso ou de algum movimento que faça mudar a direção. Cada ser humano possui um toque especial e único que auxilia no processo de cura, de acordo com os seus círculos. Ter olhos xamânicos para enxergarmos o ser humano e sua medicina é uma boa sugestão de exercício. Daí também a importância de cultivar a amizade de pessoas-medicina. Seja ao redor do tambor como os antigos, seja num bate-papo, sejam em um círculo de preces e até mesmo – por que não? – nas relações via internet.
Não sei se já disse, mas vale reafirmar: “Nossa vida é feita de relações. Estamos mergulhados nesta existência num mar de emoções”. Faz toda diferença a postura, a forma de lidar com a gente mesmo, com o outro e com as realidades do mundo. Subimos um passo a mais em nossa montanha interna quando curamos nossas feridas.
Vou ser sincero são  incontáveis os seres humanos que me ajudaram a curar minhas feridas. E neste momento de poder quero agradecer e que estes amigos-medicina, pequenas e grandes montanhas, possam inspirar cordilheiras de cura e realizações. Sou mais eu com a presença de vocês em minha vida. Gratidão!
Lembre-se: Existe um ser humano por detrás de tudo isto e por detrás de tudo isto existe um espírito. Nada é por mero acaso, uma Presença envolve a tudo, essa Presença muitas vezes é chamada de Grande Mistério, Grande Espírito.
Mitakuye Oyasin!
“Por todas as nossas relações!”
Samuel